Graça

Um dia Deus me contou uma piada. É, Deus, aquele mesmo, criador do céu e da terra, com o pacote completo de onisciência e onipresença. O quê? Claro que você tem que ouvir, se não eu não estaria te contando, ora. Agora vê se não me interrompe de novo que isso é importante, ok? Como eu estava dizendo, um dia Deus me contou uma piada. Eu era um homem bem diferente naquela época. Acreditava em todo o tipo de besteira, menos na Verdade. Acho que era o cabelo comprido que bloqueava minha mente. Eu tinha cabelão, é serio. Fosse outra ocasião eu te mostrava uma foto minha daquela época. Mas eu estou me desviando do assunto. Foi um momento grandioso, sabe? Não no sentido clássico, com fogo no céu e luzes incandescentes, se bem que a noite em que Deus falou comigo era chuvosa, com direito a relâmpagos e tudo mais. Começou num show, um festival de bandas pequenas da região e eu estava trabalhando na parte técnica. Sabe como é, mexendo na mesa de som para que o som daquelas bandecas parecesse menos ruim. Até que ela apareceu. Não, Deus não. Você anda muito apressado. Relaxa e curte a história. A banda se chamava Children of R’lyeh. Tinha um som ótimo, o melhor que eu já ouvi nessa vida, mas o melhor de tudo era a vocalista. Uma ruiva linda, com os olhos de um verde profundo como o oceano. Fiquei hipnotizado enquanto ela cantava e ai, depois do show ela me chamou para ir para o camarim dela. Claro que fui sem pensar 2 vezes, apesar de que a idéia de ser groupie até hoje seja meio engraçada, você não acha? Não preciso te explicar o que aconteceu depois, só digo que foi a melhor coisa da minha vida. Depois ela me convidou para ir com ela numa festa. Uma coisa especial, ela disse. Não lembro direito onde ela me levou. Ela chamou de Origem, e provavelmente deve ser o único nome que pode definir lá. Eu só lembro da sensação, uma familiaridade, sabe? Era como voltar pra casa onde você cresceu depois de uns, sei lá, 50 anos fora e ver tudo exatamente como era. Lembro dessa sensação e Dele. Ele me olhou nos olhos e sorriu. E ai eu soube a verdade. Essa é a piada. Eu sei, você não entende agora, mas logo vai entender. É para isso que eu estou te preparando. O quê? Seus olhos. Sim, estão aqui, muito bonitos por sinal. Não se preocupe. Você não vai precisar deles para ver o que eu vou te mostrar.